Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2017

Obrigado pelas 10.000 visitas

Imagem
O projecto de solargrafia #azores_in_a_can, destinado a obter imagens solargraficas de todas as ilhas dos Açores, realizadas pelos próprios habitantes, indivíduos e entidades publicas e privadas, de cada uma delas, alcançou as 10000 visitas.
Que 2018 se mantenha um ano próspero na divulgação dos Açores, da Ciência, da Boa-Vontade.....
Obrigado a todos. Divulguem este projecto. Participem localmente.



Que segredo escondem as caixas espalhadas pelos Açores?

Imagem
Como funcionam as máquinas que estão espalhadas pelos Açores, no âmbito do projecto #azores_in_a_can? Propomos-nos a fotografar o tempo e a luz com simples caixas. Como é possível? Aprenda com este video divertido.

Para aprender mais visite o nosso blog.







A 1.ª Câmara já está a captar o Sol nas Flores

Imagem
O projecto Solargrafia continua em andamento agora com a colocação das câmaras enviadas.  
Em pleno Solstício de Inverno, registamos com enorme satisfação a colocação da nossa "máquina mágica" na Ilha das Flores.
Esta iniciativa, que hoje culmina com a sua colocação na Freguesia da Fazenda, Concelho de Lajes das Flores, esteve a cargo da responsável local, a nossa cara amiga Prof.ª Gabriela Silva.



A acompanhá-la esteve a Jaen, que é igualmente responsável por outra câmara, da qual, em breve, anunciaremos o local onde está colocada.

A todos os que agora nos acompanham, relembramos que este projecto pretende fotografar as 9 ilhas dos Açores com recurso a uma técnica minimalista e alternativa, chamada de Solargrafia, a qual consiste em fotografar com recurso a uma simples caixa contendo no seu interior um papel fotográfico (de emulsão fotográfica e não aqueles de impressora) que registará não só a paisagem para onde estiver apontada, mas igualmente o percurso aparente do Sol.

Onde está a Câmara do Corvo? Nós dizemos.

Imagem
Quando anunciámos a colocação da câmara-escura na Ilha do Corvo, mantivemos, por uma questão de segurança, o local incógnito, a pedido do nosso amigo João Câmara, responsável pelo projecto naquela Ilha.


Garantidas que estão as condições de segurança, podemos finalmente anunciar que a mesma se encontra virada a sul, no local denominado de "Pináculo" e cujo nome oficial é "Acima das Paredes".
Para proteger a câmara da chuva, foi a mesma colocada no interior de um recipiente transparente. Tal, decerto que influenciando a trajectória dos raios de luz, levará à obtenção de uma imagem original, que nos aguça ainda mais a curiosidade.



Esta é a imagem do local para onde está virada a câmara. Veremos, no fim como é que uma caixa, com um simples furo, contendo no interior um papel com uma emulsão fotográfica, a registará.

Agradecemos e retribuimos as palavras  amáveis que nos vão chegando do Corvo.

Solstício

Imagem
Porque hoje é dia de Solstício recordo com reverência o ensinamento dos antigos: Chegámos ao dia em que o Sol se encontra enfraquecido, no seu mínimo, e tememos que ele morra e desapareça. Desde junho que observamos esta morte gradual. Mas eis que hoje a sua queda pára ( Sol Sistere) e por três dias vamos ficar na espectativa se voltará a crescer e a ficar forte (Sol Invictus) ou se é desta que a humanidade entra nas Trevas. Em 24 de dezembro observaremos que tornará a ganhar força, indicando-nos que a luz renasceu, bem como a esperança no Mundo.

Hoje as nossas câmaras, espalhadas pelo Mundo, espalhadas pelos Açores, irão registar o trânsito mais curto e baixo do ano e dentro de dois a três dias voltarão gravar passagens solares cada vez maiores e mais altas.
Quem hoje colocar a sua câmara e a deixar por seis meses, conseguirá registar toda a amplitude do movimento aparente do Sol.

Boas Festas.

Onde há água...a raiz fixa-se...o pássaro pára para beber.

Imagem
Dos nossos amigos de São Miguel, do Atelier D' artes da ESAQ, e enquanto esperamos noticias das restantes câmaras espalhadas pelos Açores, divulgamos uma actividade que demonstra a riqueza das pequenas iniciativas.

Em torno e tendo por companhia a câmara distribuída àquele Atelier, foram realizadas panorâmicas ao estilo urban sketch.

Sem palavras.





A câmara da Ilha Terceira ja está colocada no Museu

Imagem
Os nossos amigos do Serviço Educativo do Museu de Angra do Heroísmo já colocaram a câmara escura no local onde ficará até ao Equinócio, dia 21 de Março de 2018, a registar toda a luz e todo o tempo daquele espaço.


A colocação da câmara no Claustro do Edifício de São Francisco, Museu de Angra do Heroísmo iniciou-se com a leitura das breves instruções e escolha do local.












E assim ficará a nossa caixa, quase vazia, quase mágica. Quem por lá passar não a deixe de visitar.



Esta é a imagem do local para onde está virada a nossa câmara. Veremos como ficará a imagem Solargrafica.



A todos o nosso obrigado e esperamos que tenha sido uma tarde divertida. Obrigado por se terem juntado a este projecto.





No Corvo....algures virada a Sul.

Imagem
A câmara n.º 1 chegou à Ilha do Corvo e a esperá-la esteve o nosso amigo João Medeiros da Câmara, responsável pela realização do projecto a nível local.





Depois de verificada a integridade da câmara, foi a mesma levada para o local onde permanecerá a captar o tempo e luz do Corvo.
O local escolhido, no exterior, obrigou à protecção da câmara e à reserva quanto à sua localização, através da sua colocação no interior de um frasco transparente, dissimulado na natureza.
Durante o tempo que o tempo permitir esta ficará algures, nesta Ilha no meio do Oceano, guardada pelo nosso amigo.
Sabemos onde se encontra, e podemos dizer que captará perfeitamente a paisagem e a passagem do Sol.
O facto de estar virada a Sul permitirá registar o ponto em que o Sol, no seu movimento aparente, está mais alto, como que o ponto máximo de uma função de 2.º grau, ou de uma onda. 

Por outro lado, a colocação no interior de um frasco levará a uma eventual distorção na imagem, mínima, mas impedirá que sofra chuv…

Chegámos a São Miguel

Imagem
Após uns dias de viagem, eis que a primeira das câmaras escuras chega ao seu destino. 

A esperá-la estava a nossa amiga Alexandra Baptista e os seus alunos que constituem o Ateliê d'Artes da Escola Secundária Antero de Quental em Ponta Delgada.

Retirada que foi da caixa, puderam todos descobrir a estranha câmara que ouviram falar e que agora  estava depositada à sua frente


O objecto pensado, lá longe, assume agora forma e o envolvimento torn-se real. Trocam-se papéis em que a espera e a expectativa passa para o lado de cá.


Escolhida a moldura da qual se pretende obter a imagem solargráfica, reveladora, quem sabe, de uma realidade espaço-temporal diversa daquela a que nos habituámos, passou-se à colocação da câmara no local.





Por fim, preencheu-se a folha de campo, qual registo diário fotográfico que dará corpo ao trabalho final.



E assim, nos próximos tempos, no meio do Oceano, numa Ilha de seu nome de São Miguel, no alto do Torreão do Palácio do Barão da Fonte Bela repousa um segredo, …